Depressão Pós Parto o que é, e Como Tratar

A depressão pós-parto é um tipo de transtorno que afeta as mulheres depois que elas dão à luz ao seu bebê. De uma forma geral, podemos dizer que não existe uma causa única para o problema e que ela comumente é resultado de uma combinação de fatores emocionais e físicos.

Uma mão que se encontra em depressão pós-parto pode ter fortes sentimentos de ansiedade, tristeza e exaustão ao seu extremo. A consequência é que o problema acaba afetando a capacidade que a mulher tem de cuidar de si mesma e de seu filho recém-nascido.

A estimativa sugere que cerca de 70% das mães, são afetadas pelo que é chamado de “tristeza materna”, um outro nome para a depressão.

De acordo com dados da Fundação Oswaldo Cruz, 1 em cada 4 brasileiras acabam sofrendo com a depressão pós-parto, cuja duração pode ultrapassar algumas semanas, causando emoções bastante intensas, a boa notícia é que chegou ao brasil o captril, que é um suplemento natural e sem nenhum tipo de efeitos colaterais que pode ser usado por qualquer mamãe para combater a depressão pós parto.

Se você deseja saber se o captril funciona mesmo eu recomendo que pesquise bastante antes de fazer a compra, principalmente sobre depoimentos e muito mais.

O que é a depressão pós-parto

Durante toda a gestação o corpo da mulher muda muito e se prepara para gerar aquela vida. Então, quando o bebê nasce, essa mudanças ocorre de forma ainda mais intensa.

Isso tudo pode desencadear uma grande variedade de emoções bastante fortes, que vão desde a alegria, até um medo, ansiedade e a temida depressão.

A depressão pós-parto também pode ser chamada de tristeza materna, e inclui alterações de humor, dificuldade para dormir, ansiedade, choro e muito mais.

Normalmente esse quadro se inicia cerca de dois ou três dias depois do nascimento do bebê e sua duração é indeterminada.

Quando essa tristeza materna se torna mais profunda e mais intensa é que caracteriza-se a depressão pós-parto. Raramente pode acontecer também um episódio de psicose pós-parto, que também pode durar semanas.

Vale lembrar que a depressão pós-parto não é brincadeira, não é “frescura” e muito menos é fraqueza.

As mulheres que chegam a desenvolver esse quadro possuam um risco maior de desenvolver a depressão em algum outro momento de suas vidas.

Caso não seja corretamente tratada, a depressão pode ter uma duração de meses, trazendo sérias consequências para toda a família

A depressão pós-parto pode interferir até mesmo na capacidade da mãe de lidar e cuidar do seu bebê, bem como de realizar outras tarefas do seu dia a dia.

Por isso é que o problema deve ser diagnosticado e tratado da forma correta para que seja possível revertê-lo e recuperar a qualidade de vida dessa mamãe. Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

 

Remédios para concentração à base de plantas

Existem muitos remédios à base de plantas que são úteis para manter o cérebro ativo e ajudar a melhorar a concentração. Mesmo se você tiver problemas desse tipo, saiba que pode recorrer às ervas, pois elas são muito eficazes para melhorar sua capacidade de concentração.

A concentração é a chave para agir com determinação e oferecer a melhor versão de si mesmo . Sem dúvida, é um fator determinante na escola, no trabalho ou em qualquer atividade que você realiza no seu dia a dia.

No entanto, às vezes, pode não ser fácil manter os picos de concentração mais altos.

Portanto, queremos apresentar uma lista de alguns remédios fitoterápicos que consideramos ideais para um melhor tempo de atenção.

Saiba mais abaixo.

Remédios de ervas para melhorar a concentração

Estes são alguns dos remédios de ervas para melhorar a concentração.

Tome nota, pois eles podem ser muito úteis para melhorar seus problemas de atenção!

1. Gingko biloba

Primeiro, apresentamos uma das plantas mais antigas do mundo, a Gingko biloba .

As folhas desta árvore nativa da China são conhecidas por sua potência para aumentar a capacidade cerebral. Eles são ideais para melhorar a memória e a função cognitiva .

Além disso, favorece o fluxo sanguíneo do cérebro e atua como um antioxidante. Além disso, o Gingko biloba está bem adaptada para melhorar a concentração .

Você pode encontrá-lo como ingrediente em barras nutricionais e bebidas esportivas. Se ainda não o convencemos, você deve saber que os estudos apoiam seus efeitos e demonstraram que suas propriedades ajudam a melhorar a memória e a concentração.

2. Bacopa

Bacopa é uma erva ayurvédica muito popular que tem sido usada há milhares de anos como um tônico cerebral para melhorar a atenção, a memória e o aprendizado.

Ele funciona equilibrando neurotransmissores e hormônios. Além disso, eleva a função cerebral,  reduz os efeitos do estresse, melhora o humor e aumenta a concentração e o foco mental.

Certamente, é um ingrediente comum encontrado em muitas fórmulas de suplementos cerebrais.

3. Gotu Kola

Terceiro, apresentamos a gotu kola ou centella asiatica, uma planta usada para melhorar a memória, a concentração e o desempenho mental .

É outro adaptógeno, com recursos para reduzir o estresse. De fato, você deve saber que o  estresse afeta a capacidade do cérebro de processar informações e pensar com clareza .

Respostas ao estresse físico, como respiração superficial, fazem com que o cérebro libere cortisol, o que é prejudicial.

Em resumo, o gotu kola pode ajudá-lo a melhorar sua resposta ao estresse, o que, por sua vez, fará com que você aumente seu desempenho mental.

«A maior loucura é sacrificar a saúde por qualquer outro tipo de felicidade.» – Arthur Schopenhauer–

4. chá verde

Quarto, apresentamos o chá verde como um excelente catalisador para melhorar a memória .

Lembre-se de que uma quantidade moderada de cafeína é a maneira mais ideal de aumentar sua capacidade de concentração.

Ao contrário do café, o chá verde contém menos cafeína, embora tenha o suficiente para aumentar sua atenção e produtividade.

Além disso, o chá verde também contém um aminoácido chamado L-teanina,  que ao trabalhar com cafeína pode melhorar a função cerebral.

Então você pode começar a melhorar sua concentração saboreando sua xícara de chá verde!

5. Ginseng

Por outro lado, apresentamos uma erva oriental chamada ginseng. É usado para ajudar a resistir ao estresse e aumentar a energia , concentração e humor, sem os efeitos negativos encontrados em outros estimulantes, como a cafeína.

Além disso, o ginseng pode melhorar a memória e a atenção , além de prolongar a resistência física e mental.

Esta erva tem sido popularmente usada como uma alternativa natural aos medicamentos sintéticos para o TDAH e o TDAH , com menos efeitos colaterais, como confirmado por algumas pesquisas.

6. folhas de cranberry

Por fim, apresentamos as folhas de cranberry como uma maneira eficaz de melhorar a concentração . Da mesma forma, a infusão da fruta também é conhecida por sua capacidade de melhorar a visão.

Certamente, os mirtilos e suas folhas são responsáveis ​​por melhorar a função cerebral . Portanto, é uma erva poderosa para melhorar a memória, aumentando a circulação e o fluxo sanguíneo.

Como se isso não bastasse, também é um poderoso antioxidante que evita danos causados ​​pelos radicais livres no cérebro.

Por fim, lembre-se de que nossa lista de remédios fitoterápicos para melhorar a concentração pode ser a melhor maneira de tirar o máximo proveito do seu tempo de atenção.

Obviamente, os efeitos não são imediatos. Recomendamos calma e, acima de tudo, inclua esses remédios em sua rotina.

Estamos convencidos de que em breve você começará a perceber seus efeitos!